Diário de bordo: RJ, Goiânia e Itumbiara (17 a 19.07)

Diário de bordo: RJ, Goiânia e Itumbiara (17 a 19.07)

“São 4 da manhã e estamos saindo de van daqui de Itumbiara-GO para Uberlândia-MG, onde pegaremos dois aviões até o RJ.

Hoje já tínhamos vindo de van de Goiânia, onde fizemos um grande show no Bolshoi (isso depois de ir a rádios) e feliz de ver duas grandes matérias nos dois principais jornais do estado.

O show em Goiânia foi no dia seguinte ao show impactante que fizemos no Rio Scenarium. Fomos viajar já sem dormir. O Rio Scenarium, pra quem não sabe, é a mais tradicional casa de samba e chorinho do RJ e talvez do Brasil e foi lá que o Andy Summers tocou no nosso show (coisa que voltará a fazer no final desse ano em algumas cidades).

Impressionantemente nosso show encaixou tanto com o público de lá, que já fizemos umas 20 apresentações na casa, que pra gente, abriu as portas para o rock. Todos amam o nosso show lá, de seguranças e garçons ao público e direção da casa.

O DJ fez um grande discurso no nosso último show de quinta (17/07), em cima do que falei durante o show, que a casa já era a ‘nossa casa’ e que se rendia ao poderoso som, que inicialmente não era o propósito da mesma.

Nós três conseguimos essa unanimidade com nossa entrega ao show e humildade no tratamento com as pessoas. E o DJ reforçou isso num discurso bacana assim que acabou nosso último acorde.

Agradeceu o que fizemos para a unificação dos ritmos, onde ligamos Novos Baianos a Barão, ou Police ao meu trabalho solo. Bacana! Essa é a proposta que criei na carreira solo. Andar pra frente com os discos autorais e juntá-las ao poder de fogo do show. Do show de nossas vidas!

Em Itumbiara-GO (o terceiro show do fim de semana), colocamos centenas de pessoas em êxtase. Mais de 40 subiram no palco e fizemos o nosso ‘Rock’n’roll Circus’.

Eu só tenho a agradecer a todos, inclusive a imprensa, atenta a nossos passos. Foram três públicos completamente diferentes entre si, porém com a mesma cara de felicidade estampada nos rostos de cada um.

Seja nas músicas “Remédios”, “Azul”, “32 Segundos” ,”Nunca Desista do Seu Amor”, “Sangue Latino”, “Pro Dia Nascer Feliz”, “Preta Pretinha”, “Satisfaction” ou “Corações Psicodélicos”, o público está em perfeita sintonia com a gente!

A vida sorri pra quem se entrega de corpo e alma. Tenho sorte de ter tido o feeling de juntar num trio só, a minha ligação de duas épocas distintas: o cara que toca comigo desde os 13 anos em diversos trabalhos como Lobão, Kid, Léo Jaime, Miquinhos) e outro que pertence a minha fase Barão.

Duas vertentes da minha vida, que se completam unicamente como um organismo vivo que dei o nome de ‘Rodrigo Santos & Os Lenhadores’.

Somos sortudos de ter entre nós o mesmo objetivo, a mesma união, a mesma simplicidade, o mesmo sonho de continuar a vida inteira nos estúdios e na estrada fazendo o que gostamos, juntos. E somos poderosos juntos. O carisma é único na soma dos elementos. Já tive isso em outras bandas, em outros momentos da carreira, mas o momento atual é esse! Essa é minha turma, e é com eles que subimos novamente degrau por degrau de um sonho que, se tem altos e baixos na vida, permanece vivo em nossos corações, tão psicodélicos quanto reais!

Os nossos objetivos estão sendo concretizados, saindo do zero em 2007, para o infinito em 2014! E o público (+ nossos familiares vindo junto) sempre coeso, cúmplice, justo, forte! Agradecemos a todos e preparando a turbina da semana para gravações e os shows em São Carlos (sexta 25) e Campinas (sábado 26). Encantando e proliferando os sonhos de todos aos nossos sonhos.

Vou me auto-citar e parafrasear o título de uma de minhas letras para NUNCA DESISTA DE PORRA NENHUMA! Vem aí, o novo cd “A FESTA ROCK”. É o que nós somos, uma festa de rock ambulante, de diários invisíveis, com um pouco mais de calma à um Motel Maravilha de rock festeiro itinerante!!!

É o que nós somos, isso ninguém nos tira! E nos improvisos de todos os shows sem set list, apenas com a minha mente louca, de jogada em jogada estamos cruzando mais e mais fronteiras!!! Um grande abraço de alguém que se sente realizada, porém nada acomodado. Lançarei um livro com Jamari França e outro com Ricardo Puggiali. Em frente e avante! Sem álcool, sem drogas, com a mente aberta a desafios!

VIVA O ROCK! Voltamos para casa cansados, vamos ainda pegar dois aviões, porém, em êxtase!”

– Rodrigo Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *